sábado, 7 de março de 2009

Segredo

Tenho entre 25 e 30 anos, sou do sexo masculino. .
Sou um cara jovem, cheio de planos, vou comprar o meu carro esse ano, retomei a faculdade, cuido da mente, espírito e corpo. Tenho um corpo legal, malho todos os dias e alimento o meu espírito com otimismto e boas leituras. Curto uma boa noite regrada a cerveja e amigos na mesa.
Me considero muito interessante e bonito e até que eu sou muito paquerado pelas mulheres. Me amarro no meu time e curto muito tatuagens.

Tenho um bom humor, principalmente o irônico. Tenho muitos colegas e alguns amigos ao que tenho grande consideração e estima.
No trabalho, na faculdade, na vizinhança, alguns amigos e muitos colegas nem imaginam do meu segredo. Qual é ele? Sou gay

E nem me sinto menos homem por isso. Gosto da minha masculinidade e até admito que eu gosto quando sou flertado pelas mulheres.
A família hj já sabe, mas apenas há 1 ano somente.

Pq não "saio do armário"? Por que o preconceito ainda é muito grande e ninguém gosta de ser rejeitado, ser deixado de lado e é isso o que preconceito faz. Nos faz sentir rejeitados.

Não fico enganando ninguém, não dou uma de machão e nem de hetero, apenas sigo a minha vida; simples assim. Não sou afeminado, nem pretendo ser. Apenas omito uma verdade, apenas tenho um segredo.

2 comentários:

  1. Não a problema nenhuma que você seja gay, afinal de contas cada é cada um,e impoortante e que você se sinta bem com a sua opção sexual...

    Abraços...

    Passa lá no meu cantinho...

    ResponderExcluir
  2. Eu também sou gay, mas esse é um segredo que, embora a minha família saiba e eu tenha dito até no blogue, é uma coisa que não podem saber agora que eu mudei de cidade e que trabalho com tantos muçulmanos. Eu também sigo o islamismo, e se um deles souber, podem até me matar.
    Claro que eu não morro tanto assim de medo de ser descoberto, apesar de ser um pouco afeminado. Esse é um assunto que simplesmente não se comenta entre nós, a não ser que haja alguma exageração explícita demais da minha parte.
    Pretendo ir morar no Paquistão ano que vem, para aprender sobre o islão e também ver se consigo aprender pelo menos um dos idiomas locais. Lá, se eu for pego com outro homem, com certeza o castigo será deportação imediata, e isto se eu tiver a sorte de não mandarem me matar...
    Na vida dupla que eu levo, escondo de todo e qualquer conhecido, que eu conheço pessoal e não virtualmente, que eu tenho um diário na internet onde conto coisas íntimas de mim. Equivaleria a tentar suicídio.

    ResponderExcluir